Capes oferece bolsas de estudo para graduação em Paris

Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) está com as inscrições abertas para a concessão de 20 bolsas de estudo para graduação-sanduíche nas universidades Paris-Sorbonne (graduação em Letras) e Universidade Pierre et Marie Curie(licenciatura em Biologia e Matemática), na França. Prazo de inscrições vai até 21 de maio.

O programa vai selecionar até quatro projetos de parceria universitária entre cursos de licenciatura brasileiros e universidades francesas para realização de graduação com diploma duplo de estudantes do Brasil.

As instituições de ensino superior que possuam cursos legalmente constituídos e que tenham sua sede e administração no País podem apresentar suas propostas. O programa terá duração de até 30 meses, prevendo missões de trabalho que consistem em concessão de viagens de curta duração para o coordenador do projeto e de docentes doutores por até 20 dias.

Universia Brasil

IX Prêmio SEAE de monografia está com inscrições abertas

premioseae2014

Promovido pela Secretaria de Acompanhamento Econômico – SEAE do Ministério da Fazenda, o IX Prêmio Seae de Monografias está com inscrições abertas. O concurso tem a finalidade de estimular a pesquisa acerca dos temas subjacentes à defesa da concorrência e à regulação da atividade econômica e de difundir esses temas junto à comunidade acadêmica brasileira e à sociedade em geral.

Esta edição está abertas para monografias a respeito da “Defesa da Concorrência” e “Regulação da Atividade Econômica”. Os primeiros colocados em cada tema serão premiados em R4 20 mil, enquanto os segundos e terceiros colocados receberão respectivamente R$ 10 mil e R$ 5 mil cada um.

As inscrições estão abertas até o dia 08 de Setembro. Os vencedores ainda terão a monografia publicada. Veja mais detalhes aqui.

Com dados da ESAF

Campolina quer apoio das comunidades para nova plataforma de C&T brasileira

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Clelio Campolina, solicitou o apoio das comunidades científica, acadêmica e empresarial do Rio de Janeiro para a construção de um conjunto de plataformas  científica e tecnológica, que permita ao Brasil dar um salto nessas áreas.

Falando à Agência Brasil, Campolina destacou que a formatação do plano atende à determinação da presidenta Dilma Rousseff, e precisa ser feito em parceria com a comunidade para que tenha consistência e legitimidade. O ministro espera que o conjunto de ações seja concluído ainda neste primeiro semestre.

Clelio Campolina disse já ter feito reuniões com vários reitores de universidades federais, com membros do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e do Conselho Nacional de Secretários para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti), entre outras entidades.

“As coisas estão bem mapeadas”, disse, acrescentando que  já existe uma estratégia formatada em ciência e tecnologia. Segundo ele, agora serão definidas as prioridades desse conjunto de plataformas, dentro de uma perspectiva de curto, médio e longo prazo.

O ministro salientou que o mundo está assistindo à constituição de um novo ciclo de expansão econômica, que trará mudanças tecnológicas significativas no cenário global. “E o Brasil ainda tem um peso pequeno nesse cenário”, observou. Segundo o ministro, o Brasil detém apenas 2% do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas) mundial e 1% das exportações globais, apesar de ser a sétima economia do mundo e apresentar uma posição científica de destaque.

“Esse é o momento que o Brasil tem de aproveitar e se inserir”, sugeriu. O ministro salientou a importância da educação como base para a inserção do país no contexto internacional inovador, em todos os níveis de ensino. Para isso, disse estar trabalhando de forma integrada e complementar com o Ministério da Educação.

Campolina deixou claro que o novo ciclo de expansão econômica vai conciliar diferentes trajetórias tecnológicas, formando um conjunto de transformações que promoverá uma onda expansionista  em outro padrão tecnológico. E isso cria um grande desafio, que é a interdisciplinaridade, indicou. “Este é o momento que o mundo está vivendo, e o Brasil tem que se inserir nisso”.  Para o ministro, o novo ciclo exige que as várias áreas do conhecimento trabalhem em conjunto.

Disse que é preciso manter um esforço de reflexão sobre a importância da ciência e da tecnologia, levando em conta que essas áreas não podem estar a serviço do interesse de setores exclusivos, mas devem servir a toda a comunidade.

Agência Brasil

Cumprimento de meta de matrículas impulsiona segundo Pronatec

A presidenta Dilma Rousseff anunciou que criará a segunda etapa do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) no final do ano, quando for cumprida a meta de matrículas. “Temos certeza de que antes do fim do ano a gente vai ter cumprido os 8 milhões [de matrículas]. Aí vamos criar o Pronatec 2”, disse, durante formatura de alunos do programa em Cuiabá.

Segundo Dilma, o programa chegou hoje a 6,8 milhões de matrículas. “Como qualquer coisa na vida, a gente quando conquista uma parte quer outra. O governo também tem de olhar para o futuro e querer mais. Não há país desenvolvido que possa crescer, ficar cada vez mais rico se não tiver cidadãos formados na área técnica”, declarou a presidenta, após dizer que o Brasil está na fase de “dar um outro salto” e “seguir mais longe”.

A presidenta fez as declarações na cerimônia de formatura de 1,2 mil alunos do programa de 18 cidades cuiabanas. “Espero que vocês jamais deixem de estudar. Outros Pronatecs virão, se capacitem sempre. Tragam os amigos que não vierem, avisem os parentes que existem essas chances”, disse aos formandos na solenidade.

Dilma destacou que, além da variedade de cursos e dos parceiros de qualidade, como entidades do Sistema S (Senai, Senac, Senar e Senat) e os institutos federais, o programa tem um “fator importantíssimo” que é a gratuidade, inexistente nos cursos técnicos até então. “Com isso a gente não discrimina ninguém. Todos os brasileiros de todas as idades têm acesso aos cursos. Para isso, o governo federal colocou R$ 14 bilhões”, destacou.

Criado em 2011, o Pronatec visa a expandir e interiorizar a educação profissional e tecnológica. No discurso, Dilma disse também que o governo federal não podia investir em educação técnica até 2005, quando foi enviado projeto ao Congresso propondo a modificação.

Agência Brasil

Verso e Reverso está com chamada aberta até 20 de Maio

Promovida pela Universidade Vale dos Sinos (Unisinos) a revista científica Verso e Reverso está com chamada aberta para o seu novo volume até o dia 20 de Maio. O dossiê temático trata das “Narrativas midiáticas contemporâneas”.

A revista é interdisciplinar e publica tanto trabalhos teóricos como empíricos com o objetivo de contribuir para uma compreensão da comunicação em suas relações com a sociedade, a economia, a política e a cultura. Sobre o segundo número de 2014 trata-se dos regimes do dizível e do visível que fundamentam as produções midiáticas contemporâneas.

Os artigos podem tratar ainda ficções que não se distinguem radicalmente nem da verdade, nem da realidade; ou, ainda, identificar os dispositivos interacionais que no âmbito da sociedade, em replicações da mídia, dão consistência a uma narrativa produzida em rede, de contatos e de contágio, dispersa e descontínua.

Para conhecer mais sobre a revista e as chamadas abertas clique aqui.

Capes oferece bolsas para doutorado sanduíche na Alemanha

Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) vai contemplar estudantes com bolsas de estudo para doutorado na modalidade sanduíche na Alemanha. É possível inscrever-se até o dia 28 de abril, sabendo que os candidatos devem ter iniciado o doutorado no Brasil.

Será concedida uma mensalidade de 1300 euros (destinados a contribuir com a manutenção do bolsista durante o desenvolvimento do programa no exterior), um auxílio localidade no valor de 400 euros, auxílio instalação de 1300 euros e auxílio deslocamento de 90 euros por mês, além da isenção das taxas escolares.

Para se inscrever, é necessário ser brasileiro, estar regularmente matriculado em curso de doutorado no Brasil, não ter usufruído de outras bolsas de estudo, não ultrapassar o período total do doutorado e ter completado um número de créditos referentes ao programa de doutorado, entre outros requisitos. Para mais informações, acesse a chamada.

Universia Brasil

Programa seleciona projetos de pesquisa para parceria entre Brasil e França

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulga nesta sexta-feira, 11, o edital n° 19/2014, referente ao Programa Capes/Cofecub, que selecionará projetos conjuntos de pesquisa e parcerias universitárias com vistas a fomentar o intercâmbio entre instituições de ensino superior (IES) e institutos ou centros de pesquisa e desenvolvimento públicos brasileiros e franceses.

Inscrições
As inscrições são gratuitas e admitidas exclusivamente pela internet, mediante o preenchimento do formulário de inscrição até o dia 6 de junho. A proposta em francês deverá ser encaminhada para o link disponibilizado para este fim na página do ÉGIDE.

A seleção das propostas será feita em quatro etapas: verificação da consistência documental, análise do mérito, priorização das propostas com parecer favorável e decisão conjunta entre a Capes e o Cofecub. Cada proposta deverá conter planejamento de atividades considerando a duração máxima de financiamento dos projetos de quatro anos.

Os projetos selecionados terão como benefícios missões de trabalho, missões de estudo e recursos para material de consumo.

De acordo com o edital, a previsão é de que sejam aprovados até 36 projetos, podendo haver alteração deste quantitativo mediante decisão conjunta das agências e disponibilidade orçamentária.

Mais informações pelo e-mail cofecub.projetos@capes.gov.br.

Capes

Fundação Botín oferece bolsas de estudo

Fundação Botín está com as inscrições abertas para o Programa de Fortalecimento da Administração Pública na América Latina. Serão selecionados 40 universitários latino-americanos para bolsas de estudo nos Estados Unidos e Espanha. Prazo de inscrições vai até o dia 26 de maio.

O programa tem como objetivo fortalecer e estruturar o setor público para criar um desenvolvimento social, econômico e cultural. Os candidatos deverão ter um grande potencial de servir a sociedade e desfrutarão de um programa intensivo de dois meses e meio nos Estados Unidos e na Espanha.

O programa foi desenvolvido pela Fundação Botín e pela Universidade Brown para sustentar os conhecimentos essenciais e potencializar os participantes quanto às atitudes e competências necessárias para exercer a função pública. Mais informações sobre o programa e regulamento podem ser acessadas no site.

Universia Brasil

Escolas tem até o dia 30 de abril para aderir ao Programa Atleta na Escola

Escolas públicas e privadas já podem aderir ao programa Atleta na Escola, através do site http://pdeinterativo.mec.gov.br/. Lançado em 2013 o Programa Atleta na Escola tem como objetivo incentivar a prática esportiva nas escolas, democratizar o acesso ao esporte, desenvolver e difundir valores olímpicos e paraolímpicos entre estudantes da educação básica, estimular a formação do atleta escolar e identificar e orientar jovens talentos.

O Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) está disponível para todas as escolas públicas do Brasil que estejam cadastradas no censo escolar e que desejem utilizar a ferramenta, até o dia 30 de abril.

O Supervisor de Educação Física da Secretaria de Estado da Educação e Cultura do Piauí (Seduc), Manoel Batista, esteve reunido com representantes do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério do Esporte, em Brasília, na última semana. De acordo com ele, após a inscrição, cada escola receberá R$1.000,00 para a realização dos jogos

Para mais informações acerca do acesso ao sistema, consultar o manual PDE Interativo disponível aqui

Para Instruções de cadastro clique aqui.

Seduc

Revista está com chamada de artigos aberta até dia 30/04

A revista “Comunicação, Mídia e Consumo” está com chamada de trabalhos aberta até o dia 30 de Abril. Com a meta de promover a discussão acadêmica sobre as questões que atravessam o campo da Comunicação Social, articuladas aos estudos do consumo (entendido como prática sociocultural complexa e abrangente) e/ou aos estudos de mídia (os meios de comunicação, suas lógicas e processos de produção e de recepção) a revista é publicada em versões impressa e digital.

O tema da edição a ser fechada é “Comunicação e Afetividade” e que explora a comunicação social e afetos; afetividade nas dinâmicas de comunicação das novas mídias; estratégias sensíveis na comunicação; fenômenos comunicacionais e afetos. Também serão aceitos artigos que considerem a instrumentalização do afeto pela mídia; o sensível a serviço da racionalidade do mercado; o afeto na produção e no consumo; sociabilidade, subjetividade e razão afetiva; o pathos nos estudos de comunicação; tecnologias da comunicação e emoções.

Além dos artigos para o dossiê temático também serão aceitos artigos para as seções artigos diversos, resenhas e entrevistas. Veja mais aqui.