Cambiassu está com chamada aberta

Para quem está a procura de publicações a dica é a revista Cambiassu, da Universidade Federal do Maranhão. A chamada está aberta desde o dia 17 de Agosto e a revista vai receber artigos até o dia 07 de Outubro para a edição 2016.2 que será publicada em Dezembro. Veja mais a respeito da chamada.

Anúncios

Comunicação e Educação à Distância é tema de revista

A revista “Ação Midiática – Estudos em Comunicação, Sociedade e Cultura” está com uma chamada aberta voltada para a Educação à Distância EAD). A chamada está aberta até 19 de setembro de 2016 e mais detalhes estão disponíveis no site da revista. Veja abaixo mais detalhes da chamada

Dossiê “A Comunicação e os desafios do EAD”

A professora francesa Geneviève Jacquinot Delaunay foi uma grande dama da pesquisa francesa em comunicação e educação. Provocativa, instigante, desde os anos de 1960 questionava os métodos tradicionais de ensino e percebia a necessidade de se adequar metodologias e técnicas às novas tecnologias de informação e comunicação. Não para substituir instrumentais ultrapassados, mas para sobretudo para dar conta das novas sensibilidades e capacidades cognitivas, que por sua vez, desencadeavam novos processos comunicativos que refletiam na maneira de ensinar e de aprender.

Jacquinot Delaunay esteve à frente do seu tempo. Participou dos movimentos de maio de 1968 e com um grupo de intelectuais foi uma das criadoras da Université des Vincennes Paris VIII, uma universidade sempre aberta à pluralidade de opiniões e aos estrangeiros. Orientou umas duas dezenas de teses de doutorado de alunos de várias partes do mundo. Dentre eles, a professora Lia Raquel Oliveira, Universidade do Minho (Portugal) e a professora Rosa Maria Cardoso Dalla Costa, do PPGCOM-UFPR. Deixou como legado a aproximação entre seus “thésards” e foi assim, numa visita da professora Lia ao Brasil, que junto com a professora Rosa, decidiram propor a tradução de alguns textos de Delaunay para a língua portuguesa. A professora Lia foi a responsável pela tradução do clássico livro Imagem e Pedagogia, uma das únicas obras de Jacquinot em português, além de alguns artigos.

Como primeiro trabalho, as professoras escolheram para traduzir o número especial da revista francesa DMS – Distances et Médiations du Savoir, número 8, de dezembro de 2014, mês e ano do falecimento de Jacquinot Delaunay. Foram traduzidos doze artigos que neste número especial abordam a EAD a partir de alguma referência aos textos desta autora, a quem todos muito apreciam e em quem muito se inspiraram.

O propósito do dossiê da edição 12 da Revista Ação Midiática é o de possibilitar aos leitores de língua portuguesa o acesso ao pensamento de uma das principais pensadoras, pesquisadoras e educadoras francesas, que ousou desde muito cedo questionar a interface nem sempre harmoniosa da relação comunicação/educação. Com isso, por meio do dossiê, repete-se seu propósito de provocar, sempre! Provocar a reflexão, o debate, a crítica e, também, provocar o instituído.

Neste espírito de provocação, tentando dar conta das novas sensibilidades e capacidades cognitivas da contemporaneidade, as organizadoras do dossiê convidam pesquisadores a submeterem a esse número especial propostas no âmbito das novas formas de EAD que estamos vivenciando. Os artigos podem ser enviados para a revista Ação Midiática até 19 de setembro e 2016.

Contemporânea está com chamada aberta até Agosto

A revista Contemporânea aceita submissões em fluxo contínuo para as edições de  Agosto e Dezembro de 2016. A edição de Agosto, assim como a edição anterior, fechada em Abril são voltadas a “Temas Livres”. A Contemporânea é trimestral e está vinculada ao Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da Universidade Federal da Bahia (UFBA) com foco na  divulgação e discussão de pesquisas sobre os fenômenos comunicacionais contemporâneos.

A revista informa que submissões devem ser feitas por doutores, em autoria única ou em coautoria; aceitando ainda  artigos de doutorandos, mestres e mestrandos em parceria com doutores. Para resenhas não há restrições, podendo assinadas por doutorandos, mestres e mestrandos.

Uespi abre inscrições para professores em EaD

A Universidade Estadual do Piauí (Uespi) vai fazer seleção para profissionais com ensino superior na área de Educação à Distância. A seleção começa no dia 13 de junho e vai formar cadastro de reserva para Professor Formador do Núcleo de Educação a Distância, da Universidade Aberta do Brasil (UAB/UESPI).

Serão selecionados profissionais para as áreas de Bacharelado em Administração Pública do Programa Nacional de Formação em Administração Pública, Licenciatura em: Espanhol, Letras, História, Letras Inglês, Pedagogia, Matemática, Letras Português. As inscrições acontecem entre 13 e 17 de junho. Apenas o currículo dos candidatos será avaliado.

O edital já foi publicado no Diário Oficial do Estado e as inscrições são gratuitas. A entrega da documentação aconteec no Núcleo de Ensino à Distância da Uespi.

IFAL abre Concursos Públicos com mais de 180 vagas

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (IFAL) anuncia a realização de dois Concursos Públicos.

No primeiro edital (nº 59/2016), há vagas de nível Médio, nas funções de Assistente de Aluno (14); Assistente em Administração (7); Técnico de Laboratório nas áreas de Agroecologia (4); Agroindústria (6); Agropecuária (2); Aquicultura (1); Edificações (3); Eletroeletrônica (2); Eletrônica (1); Eletrotécnica (1); Física (1); Hospedagem (2); Informática (9); Mecânica (3); Meio Ambiente (2); Química (5); Segurança do Trabalho (1); Soldagem (1); Técnico de Tecnologia da Informação (19); e em Contabilidade (2); Edificações/ Construção Civil (1); Eletrotécnica (6); Enfermagem (14); e em Segurança do Trabalho (1).

Já no Concurso nº 60/2016, serão contratados profissionais de níveis Fundamental e Superior para atuarem como Administrador (7); Analista de Tecnologia da Informação (3); Arquivista (3); Auditor (1); Bibliotecário – Documentalista (6); Economista (1); Enfermeiro (10); Jornalista (4); Nutricionista (6); Pedagogo (2); Programador Visual (1); Técnico em Assuntos Educacionais (19); Auxiliar de Biblioteca (12); e Auxiliar em Administração (2).

Dentro do total, há vagas para pessoas que se enquadrem nos itens especificados nos editais.

As jornadas semanais serão desempenhadas em até 40 horas, e os salários variam de R$ 1.739,04 a R$ 3.666,54, conforme o que for determinado para cada cargo.

Os novos profissionais vão lecionar nos campi de Arapiraca; Batalha; Coruripe; Maceió; Maragogi; Marechal Deodoro; Murici; Palmeira dos Índios; Penedo; Piranhas; Reitoria; Reitoria-DIREAD; Rio Largo; Santana do Ipanema; São Miguel dos Campos; Satuba; e Viçosa.

As inscrições devem ser realizadas de 13 de maio de 2016 até 12 de junho de 2016, por meio do site www.copeve.ufal.br. Lembre-se de efetuar o pagamento da taxa de inscrição.

Para classificar os candidatos haverá Prova Objetiva, e você já pode iniciar a sua preparação, adquirindo em nosso site, as Apostilas Digitais com os conteúdos exigidos!

Os concursos são válidos por dois anos, e podem ser prorrogados por igual período.

PCI Concursos

Novo Concurso Público é anunciado pelo CRQ da 18ª Região – PI

O Conselho Regional de Química da XVIIIª Região do Piauí (CRQ – XVIII) anuncia a realização de um novo Concurso Público.

A participação é liberada aos candidatos de níveis Fundamental, Médio e Superior, que tenham disponibilidade para atuar em jornadas semanais de até 40 horas, na cidade Teresina – PI.

Há oportunidade para credenciamento nas funções de Auxiliar de Serviços Gerais; Auxiliar Administrativo; Auxiliar Técnico de Informática; Fiscal; Técnico em Contabilidade e Advogado. Os salários variam conforme a função desempenhada, e vão de R$ 880,00 a R$ 1.200,00.

Para participar, inscreva-se no site www.quadrix.org.br, a partir das 10h do dia 25 de maio de 2016 até o dia 6 de julho de 2016. Lembre-se de que é preciso efetuar o pagamento da taxa de inscrição, via boleto bancário.

Haverá Prova Objetiva para classificar os candidatos, e esta etapa é prevista para o dia 24 de julho de 2016.

O resultado final do concurso tem validade de dois anos, e pode ser prorrogado por igual período. Veja mais detalhes no edital completo disponibilizado em nosso site.

PCI Concursos

Contemporânea está recebendo artigos

A revista Contemporânea está com uma edição de tema livre para ser publicada em Agosto. A revista é ligada ao Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da Universidade Federal da Bahia (UFBA) voltada para  questões do enlace entre a cultura e as novas formas, linguagens e processos da comunicação mediática. De acordo com a revista;

Todos os artigos submetidos à Revista serão previamente avaliados pela equipe editorial, que checa sua adequação às normas de publicação da revista. Caso o artigo não esteja conforme quaisquer das condições para submissão, ele será devolvido aos autores.

Comunicação & Inovação prepara nova edição

A revista Comunicação & Inovação está recebendo contribuições. Os temas são livres e a última edição de 2016 será preparada através de artigos recebidos em fluxo contínuo. Para participar da revista Mestrandos, mestres e doutorandos só podem contribuir com artigos assinados em parcerias com doutores. A revista é quadrimestral e vinculada ao Programa de Pós-graduação em Comunicação da USCS – Universidade Municipal de São Caetano do Sul (SP).

Vozes e Diálogo tem chamada até 15 de maio

Editada desde 1998 pelo curso de Jornalismo da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) a revista acadêmica Vozes e Diálogo está com chamada aberta até o dia 15 de maio. Vejam mais detalhes abaixo e no site da revista.

Convidamos a todos para submeterem trabalhos para a próxima edição da revista Vozes e Diálogo (vol. 15, n.1 – primeiro semestre de 2016). A edição terá como tema de seu dossiê os processos e práticas que envolvem a “Cultura de fãs”.  Os artigos devem ser submetidos até 15 de maio no portal da revista http://www6.univali.br/seer/index.php/vd/index.

Serão aceitos artigos de reflexão teórica e/ou resultado de pesquisas que abordem as diversas temáticas relacionadas à cultura de fãs, aos processos que envolvem a prática do Fandom, tanto na perspectiva da análise do conteúdo, das representações entre outros quanto análises da recepção e/ou do consumo midiático que evidenciem os engajamentos do público diante dos mais diversos produtos/conteúdos midiáticos e sua circulação. Entre os aspectos que podem ser problematizados estão:

–        Produção, distribuição e circulação de conteúdos produzidos pelo público sobre conteúdos midiáticos (pode-se discutir autoria e direitos sobre os conteúdos, níveis de engajamento, formas de participação e/ou impacto dessas práticas no âmbito da produção, etc.);

–        Práticas, produtos, comportamentos de fãs /antifãs

–        Shipping

–        ciberativismos;

–        Relações entre cultura participativa e cultura de fãs.

–        Cultura de fãs e sua relação com a afetividade pelas marcas

–        Estudos comparativos de fandom nacional e internacional

–        Comportamentos de hatters e trolls

–        Relação entre cultura de fãs e culturas juvenis

–        Cosplay

Entre várias outras possibilidades

Além do dossiê, a revista também aceita artigos de outras temáticas em regime de fluxo contínuo bem como resenhas de obras publicadas nos últimos três anos.

 

 

E-Compós tem chamada aberta até 30 de Outubro

Para quem se liga nos conceitos da revista, a E-Compós (A2, Qualis Capes) está com chamada aberta até 30 de Outubro deste ano. O tema da revista é desafiador, para dizer o mínimo: “Embates entre estética e política: liberdade de expressão, regulação da mídia, monopólio”. Para compreender o tema amplo vale mais a pena ver a emenda completa:

Numa época em que se repete à exaustão que as mídias digitais tornaram quase infinitas as possibilidades de produção de conteúdos para os meios de comunicação, ganham espaço cada vez mais acentuado ações a reivindicar o controle, a regulação da mídia e a regionalização de conteúdos. Ambientadas no cenário internacional em que ações semelhantes são praticadas em nome da luta contra o terrorismo, observa-se um escamoteamento das questões fundamentais. Em vez de esclarecer e politizar o debate a respeito da plasticidade das formas culturais, o que se evidencia é um embate entre a liberdade de expressão e a ética dos comportamentos. No limite, embaralham-se igualmente as relações entre estética e política.
O que os estudiosos da área de comunicação e campos afins têm a dizer a respeito dos temas e problemas que gravitam em torno desse nicho argumentativo?