Tesouro nacional monta novo critério para saber se Estados podem pagar dívidas

A Agência Brasil informou na última sexta-feira que o Tesouro Nacional vai ter um novo método para saber se os Estados tem capacidade ou não de honrarem suas dívidas. Em Dezembro a nova metodologia entra em consulta pública para entrar em vigor em 2017 como parâmetro para que o Tesouro autorize ou não financiamentos estaduais para obras públicas.

O Piauí é apontado como fora do grupo de Estados que hoje estão entre os “bons pagadores”, aqueles com menor risco de calote, de classificação B ou A. Porém o Estado também não está no grupo dos “maus pagadores”, de classificação D que inclui Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.

Veja a matéria completa na Agência Brasil

Piauí ganha espaço para novos empréstimos

De acordo com a Agência Reuters o Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou o Piauí e mais 3 Estados a participarem do grupo de unidades da federação que podem solicitar novas operações de crédito até o fim de dezembro deste ano. O Piauí, junto com Amapá, Tocantins e Rio Grande no Norte não fazem parte do Programa de Ajuste Fiscal (PAF) e não teria acesso a novos empréstimos.

A Agência de Notícias informa que o governo abriu a possibilidade de participação dos Estados nos empréstimos sobre R$ 7 milhões remanescentes do limite para novas operações neste ano. Porém Amapá, Tocantins, Rio Grande no Norte e Piauí só podem ter acesso a R$ 900 milhões, valor destinado a Estados que não estão no PAF.

Veja a matéria completa.

Município piauiense tem emergência reconhecida por Ministério

Sebastião Leal está no grupo de 26 municípios em todo o Brasil com situação de emergência reconhecida por causa da seca e estiagem. A lista foi publicada pelo Ministério da Integração Nacional no dia 11 através da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec).

Com o reconhecimento é possível a renegociação de dívidas para o setor de agricultura junto ao Banco do Brasil e a aquisição de cestas básicas por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Além disso podem ser solicitadas ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais, como o reforço das operações de abastecimento de água.

Piauí tem queda de R$ 13 milhões em repasse do FPM

O repasse do Fundo de Participação dos Municípios (CNM) de junho para os municípios piauienses soma R$ 77 milhões no mês de junho, um valor R$ 13 milhões menor que no mesmo período do ano passado. Em todo o Brasil economistas da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em comparação com o mesmo período de 2015, apontam que o repasse será inferior em 15,19%, sem considerar os efeitos da inflação.

Parnaíba, que possui o maior FPM do Estado, já que o estudo da CNM exclui Teresina, teve redução de R$ 3,1 milhão no repasse de junho do ano passado para R$ 2,6 milhões no repasse do mesmo mês neste ano. Picos, única cidade além de Parnaíba a ter repasse acima de R$ 1 milhão em junho de 2015 teve em junho de 2016 um repasse de R$ 899 mil. No total dos municípios piauienses o repasse do FPM foi R$ 13,8 milhões aproximadamente menor na comparação entre junho de 2016 e de 2015.

Sem título
Queda do repasse foi acentuada no mês de junho. Fonte: CNM

Segundo a CNM, mesmo com a inclusão do repasse extra neste mês, a redução nominal no primeiro repasse do mês se mantém acentuada: 8,14%. “A situação de queda nominal dos repasses realizados ao Fundo de maneira tão expressiva é extremamente preocupante, pois deixa os gestores em uma difícil situação: menos recurso para custear o aumento de obrigações a eles impostas somado ao aumento de preços consequente da inflação”, diz o relatório.

Segundo o CNM este ano os repasses caíram 1,77%; de R$ 40 bilhões no primeiros seis meses de 2015 para R$ 39 bilhões no primeiro semestre de 2016. “O repasse do 1° decêndio de junho  causa  preocupação  e  torna  mais  difícil  a confirmação das expectativas divulgadas pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) de que o mês atual teria um crescimento nominal de 1,9% quando comparado com junho de 2015”, informa a pesquisa divulgada na última sexta-feira.

UFPI abre inscrições para vestibular da Educação a Distância

UFPI promove seleção para quase 7 mil vagas

A Universidade Federal do Piauí (UFPI)está com inscrições abertas para a seleção de alunos para o vestibular da Educação a Distância. O processo seletivo promovido pela Coordenadoria Permanente de Concursos (COPESE) busca preencher 6825 vagas distribuidas por 31 muncípios do Piauí e 2 na Bahia.

São vagas para 15 cursos como Administração, Sistemas de Informação, Ciências Biológicas, Física e Letras – Português. O processo está aberto para interessados que tenham concluído ou estejam concluindo o ensino médio.

As inscrições estão abertas até o dia 23 de Abril e são efetuadas somente no endereço eletrônico da Copese com a comprovação do pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 50. Veja o edital completo.

Com dados da UFPI

Twitter faz mapa de mensagens emitidas. Teresina aparece na pesquisa

Se os tweets do Brasil fossem mapeados Teresina apareceria no mapa? Para arrepio dos incrédulos, a resposta é sim. O twitter fez um levantamento sobre de onde vem os tweets registrados na rede de microblogs e a capital piauiense apareceu no infográfico.

Na região Nordeste os destaques são Recife, Salvador, Sobral e Campina Grande. Mas, Teresina aparece no levantamento com uma intensidade de tweets comparável a Aracaju. Outra cidade mencionada na pesquisa do twitter é Codó (MA). Nacionalmente a liderança nos tweets cabe a São Paulo,  seguida do Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre.

No mapa mundial Estados Unidos, Brasil, Indonésia e Japão são alguns dos principais polos emissores de mensagens. As imagens foram divulgadas pelo próprio Twitter em seu Flickr.