Cambiassu está com chamada aberta

Para quem está a procura de publicações a dica é a revista Cambiassu, da Universidade Federal do Maranhão. A chamada está aberta desde o dia 17 de Agosto e a revista vai receber artigos até o dia 07 de Outubro para a edição 2016.2 que será publicada em Dezembro. Veja mais a respeito da chamada.

Anúncios

Comunicação e Educação à Distância é tema de revista

A revista “Ação Midiática – Estudos em Comunicação, Sociedade e Cultura” está com uma chamada aberta voltada para a Educação à Distância EAD). A chamada está aberta até 19 de setembro de 2016 e mais detalhes estão disponíveis no site da revista. Veja abaixo mais detalhes da chamada

Dossiê “A Comunicação e os desafios do EAD”

A professora francesa Geneviève Jacquinot Delaunay foi uma grande dama da pesquisa francesa em comunicação e educação. Provocativa, instigante, desde os anos de 1960 questionava os métodos tradicionais de ensino e percebia a necessidade de se adequar metodologias e técnicas às novas tecnologias de informação e comunicação. Não para substituir instrumentais ultrapassados, mas para sobretudo para dar conta das novas sensibilidades e capacidades cognitivas, que por sua vez, desencadeavam novos processos comunicativos que refletiam na maneira de ensinar e de aprender.

Jacquinot Delaunay esteve à frente do seu tempo. Participou dos movimentos de maio de 1968 e com um grupo de intelectuais foi uma das criadoras da Université des Vincennes Paris VIII, uma universidade sempre aberta à pluralidade de opiniões e aos estrangeiros. Orientou umas duas dezenas de teses de doutorado de alunos de várias partes do mundo. Dentre eles, a professora Lia Raquel Oliveira, Universidade do Minho (Portugal) e a professora Rosa Maria Cardoso Dalla Costa, do PPGCOM-UFPR. Deixou como legado a aproximação entre seus “thésards” e foi assim, numa visita da professora Lia ao Brasil, que junto com a professora Rosa, decidiram propor a tradução de alguns textos de Delaunay para a língua portuguesa. A professora Lia foi a responsável pela tradução do clássico livro Imagem e Pedagogia, uma das únicas obras de Jacquinot em português, além de alguns artigos.

Como primeiro trabalho, as professoras escolheram para traduzir o número especial da revista francesa DMS – Distances et Médiations du Savoir, número 8, de dezembro de 2014, mês e ano do falecimento de Jacquinot Delaunay. Foram traduzidos doze artigos que neste número especial abordam a EAD a partir de alguma referência aos textos desta autora, a quem todos muito apreciam e em quem muito se inspiraram.

O propósito do dossiê da edição 12 da Revista Ação Midiática é o de possibilitar aos leitores de língua portuguesa o acesso ao pensamento de uma das principais pensadoras, pesquisadoras e educadoras francesas, que ousou desde muito cedo questionar a interface nem sempre harmoniosa da relação comunicação/educação. Com isso, por meio do dossiê, repete-se seu propósito de provocar, sempre! Provocar a reflexão, o debate, a crítica e, também, provocar o instituído.

Neste espírito de provocação, tentando dar conta das novas sensibilidades e capacidades cognitivas da contemporaneidade, as organizadoras do dossiê convidam pesquisadores a submeterem a esse número especial propostas no âmbito das novas formas de EAD que estamos vivenciando. Os artigos podem ser enviados para a revista Ação Midiática até 19 de setembro e 2016.

Contemporânea está com chamada aberta até Agosto

A revista Contemporânea aceita submissões em fluxo contínuo para as edições de  Agosto e Dezembro de 2016. A edição de Agosto, assim como a edição anterior, fechada em Abril são voltadas a “Temas Livres”. A Contemporânea é trimestral e está vinculada ao Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da Universidade Federal da Bahia (UFBA) com foco na  divulgação e discussão de pesquisas sobre os fenômenos comunicacionais contemporâneos.

A revista informa que submissões devem ser feitas por doutores, em autoria única ou em coautoria; aceitando ainda  artigos de doutorandos, mestres e mestrandos em parceria com doutores. Para resenhas não há restrições, podendo assinadas por doutorandos, mestres e mestrandos.

Contemporânea está recebendo artigos

A revista Contemporânea está com uma edição de tema livre para ser publicada em Agosto. A revista é ligada ao Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas da Universidade Federal da Bahia (UFBA) voltada para  questões do enlace entre a cultura e as novas formas, linguagens e processos da comunicação mediática. De acordo com a revista;

Todos os artigos submetidos à Revista serão previamente avaliados pela equipe editorial, que checa sua adequação às normas de publicação da revista. Caso o artigo não esteja conforme quaisquer das condições para submissão, ele será devolvido aos autores.

Comunicação & Inovação prepara nova edição

A revista Comunicação & Inovação está recebendo contribuições. Os temas são livres e a última edição de 2016 será preparada através de artigos recebidos em fluxo contínuo. Para participar da revista Mestrandos, mestres e doutorandos só podem contribuir com artigos assinados em parcerias com doutores. A revista é quadrimestral e vinculada ao Programa de Pós-graduação em Comunicação da USCS – Universidade Municipal de São Caetano do Sul (SP).

Vozes e Diálogo tem chamada até 15 de maio

Editada desde 1998 pelo curso de Jornalismo da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) a revista acadêmica Vozes e Diálogo está com chamada aberta até o dia 15 de maio. Vejam mais detalhes abaixo e no site da revista.

Convidamos a todos para submeterem trabalhos para a próxima edição da revista Vozes e Diálogo (vol. 15, n.1 – primeiro semestre de 2016). A edição terá como tema de seu dossiê os processos e práticas que envolvem a “Cultura de fãs”.  Os artigos devem ser submetidos até 15 de maio no portal da revista http://www6.univali.br/seer/index.php/vd/index.

Serão aceitos artigos de reflexão teórica e/ou resultado de pesquisas que abordem as diversas temáticas relacionadas à cultura de fãs, aos processos que envolvem a prática do Fandom, tanto na perspectiva da análise do conteúdo, das representações entre outros quanto análises da recepção e/ou do consumo midiático que evidenciem os engajamentos do público diante dos mais diversos produtos/conteúdos midiáticos e sua circulação. Entre os aspectos que podem ser problematizados estão:

–        Produção, distribuição e circulação de conteúdos produzidos pelo público sobre conteúdos midiáticos (pode-se discutir autoria e direitos sobre os conteúdos, níveis de engajamento, formas de participação e/ou impacto dessas práticas no âmbito da produção, etc.);

–        Práticas, produtos, comportamentos de fãs /antifãs

–        Shipping

–        ciberativismos;

–        Relações entre cultura participativa e cultura de fãs.

–        Cultura de fãs e sua relação com a afetividade pelas marcas

–        Estudos comparativos de fandom nacional e internacional

–        Comportamentos de hatters e trolls

–        Relação entre cultura de fãs e culturas juvenis

–        Cosplay

Entre várias outras possibilidades

Além do dossiê, a revista também aceita artigos de outras temáticas em regime de fluxo contínuo bem como resenhas de obras publicadas nos últimos três anos.

 

 

E-Compós tem chamada aberta até 30 de Outubro

Para quem se liga nos conceitos da revista, a E-Compós (A2, Qualis Capes) está com chamada aberta até 30 de Outubro deste ano. O tema da revista é desafiador, para dizer o mínimo: “Embates entre estética e política: liberdade de expressão, regulação da mídia, monopólio”. Para compreender o tema amplo vale mais a pena ver a emenda completa:

Numa época em que se repete à exaustão que as mídias digitais tornaram quase infinitas as possibilidades de produção de conteúdos para os meios de comunicação, ganham espaço cada vez mais acentuado ações a reivindicar o controle, a regulação da mídia e a regionalização de conteúdos. Ambientadas no cenário internacional em que ações semelhantes são praticadas em nome da luta contra o terrorismo, observa-se um escamoteamento das questões fundamentais. Em vez de esclarecer e politizar o debate a respeito da plasticidade das formas culturais, o que se evidencia é um embate entre a liberdade de expressão e a ética dos comportamentos. No limite, embaralham-se igualmente as relações entre estética e política.
O que os estudiosos da área de comunicação e campos afins têm a dizer a respeito dos temas e problemas que gravitam em torno desse nicho argumentativo?

15 de Outubro é prazo final para publicações na Contracampo

A revista Contracampo está com camada aberta até o dia 15 de Outubro em um dossiê voltado para estudar ” Subculturas em ambientes digitais”. Veja mais detalhes abaixo e aqui.
O dossiê sobre Subculturas em ambientes digitais propõe abarcar a ampla discussão sobre os modos de comportamento e dinâmicas identitárias compartilhadas por grupos sociais, a partir de sua articulação com o ambiente digital e as tecnologias da comunicação. Interessa-nos abrir espaço para estudos que explorem as práticas culturais destes grupos, que representam uma subdivisão dentro de uma cultura dominante, no ambiente digital, Assim, o foco recai sobre os seguintes temas interdisciplinares, abordados por pesquisadores da comunicação e dos estudos culturais: subcultura e processos de resistência; subcultura e juventude nas redes sociais; diversidade de identidades e subculturas em ambientes digitais; negociações das subculturas com o mercado; linguagens midiáticas de subculturas; dinâmicas de gosto e afetos compartilhados pelos grupos sociais etc. O dossiê propõe, desta maneira, uma reflexão sobre as relações sociais, econômicas e políticas proporcionadas a partir do uso dos meios de comunicação, ao mesmo tempo que investiga as nuances do desenvolvimento de novas sensibilidades da cultura juvenil na contemporaneidade.

Cambiassu está com chamada aberta até 15 de Outubro

Estão abertas as inscrições para quem desejar submeter artigos para a revista Cambiassu. Os interessados podem apresentar trabalhos até o dia 15 de Outubro para compor a edição de segundo semestre de 2015. A revista é promovida pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e deve ser publicada em dezembro deste ano. Mais informação em http://www.cambiassu.ufma.br/cambi_2015.2.pdf