Com produção local, Xbox 360 custará R$ 800

A Microsoft anunciou que vai produzir o console Xbox 360 no Brasil. Com a fabricação no país, o aparelho terá preços até 40% mais baixos em relação aos atuais, sendo que o mais básico, com HD de 4GB, terá o preço reduzido de R$ 1300 para R$ 800. Já o modelo de 250GB cairá de R$ 1600 para R$1100.

Além disso, a Microsoft também anunciou que os pacotes do Xbox 360 com o periférico Kinect passarão a custar R$1.100 (4GB) e R$1.300 (250GB). Os consoles com os novos preços estarão nas lojas a partir do próximo dia 5/10.

O preço de R$ 800 fica um pouco acima do valor “vazado” há algumas semanas, quando surgiu na web um anúncio de uma das distribuidoras da Microsoft que dizia que o Xbox 360 seria fabricado no Brasil e teria seus preços reduzidos para R$ 700 no modelo de 4GB e para R$ 1000 no de 250GB.

A versão nacional do console será produzida na Zona Franca de Manaus e ficará a cargo da empresa Flextronics, parceira da Microsoft e fabricante do Xbox 360 na China. Com o novo preço, o Xbox 360 passa a custar quase metade do rival PlayStation 3, da Sony, que atualmente está com preço promocional de R$ 1400 no mercado nacional.

Recentemente a empresa anunciou a produção nacional dos jogos Microsoft Studios para Xbox 360, o que baixou consideravelmente os preços dos títulos no país, cuja lista já tem 16 jogos com preços a partir de R$70. O primeiro lançamento beneficiado por essa iniciativa foi a aguardada sequência “Gears of War 3”, que chegou ao país na última semana por R$130, preço mais baixo do que os costumeiros R$200 praticados em games novos para PS3 e Xbox 360 no país (segundo a Microsoft, esse será o preço máximo para os títulos fabricados no Brasil).

Android se torna principal alvo dos vírus para smartphones

Os smartphones com sistema operacional Android, desenvolvido pelo Google, estão na mira dos vírus e outros softwares maliciosos que tentam invadir dispositivos móveis.

“No ano passado, registramos mais ataques para Android do que o Symbian teve nos últimos três anos”, diz Dmitri Bestuzhev, diretor de pesquisa e análise da Kaspersky para a América Latina. No último ano, segundo dados da empresa, o número de vírus e outras ameaças para Android registrou alta de 65%.

Nos últimos seis meses, o Android também aumentou sua fatia na quantidade de vírus para smartphones. Dados da Kaspersky mostram que, em março de 2011, o Android era alvo de 1,4% de todo o malware criado para dispositivos móveis.

Em setembro de 2011, a participação do sistema operacional do Google no total de ameaças saltou para 21,2%. “As ameaças para Android estão explodindo de uma maneira que está surpreendendo até as empresas de segurança”, diz Fábio Assolini, analista de malware da Kaspersky para o Brasil. A maioria dos vírus para Android são criados na China e na Rússia.

Uma das vantagens do Android, o código aberto, é também o motivo para tantos ataques. Como qualquer desenvolvedor pode disponibilizar seus aplicativos por meio do Android Market, loja virtual de aplicativos do Google, sem que ninguém verifique sua autenticidade. Assim fica fácil disponibilizar aplicativos similares aos legítimos, mas com código malicioso embutido.

“O sistema de procedência do Android permite que invasores criem e distribuam malware livremente”, diz Carey Nachenberg, vice-presidente da Symantec, em relatório recente sobre segurança em dispositivos móveis.

Só neste ano, o Google já removeu mais de 50 aplicativos com vírus do Android Market. Os aplicativos exploravam vulnerabilidades das versões 2.2 e anteriores e o Google bloqueou a conta dos desenvolvedores que os registraram e enviou uma atualização de software a todos os aparelhos que armazenavam esses aplicativos, de modo a remover o vírus responsável por enviar informações do usuário para os criminosos.

Outras plataformas não são imunes

Além do Android, a plataforma Java também é uma das líderes em ataques virtuais. Com aplicativos maliciosos desenvolvidos em Java, os cibercriminosos têm um amplo espectro de aparelhos que podem ser atacados, inclusive de celulares comuns que ainda representam mais de 70% dos dispositivos móveis vendidos em todo o mundo.

Quem possui smartphones com sistemas operacionais diferentes, no entanto, também deve se preocupar. É grande o número de ameaças com foco em aparelhos com sistema operacional BlackBerry e Symbian, apesar dos testes realizados por estas empresas para vetar aplicativos com código malicioso.

“O Windows Phone deve ter uma parcela significativa do mercado de smartphones no futuro, então pode se tornar também um alvo”, diz Mariano Sumrell, diretor de marketing da AVG Brasil. O Windows Phone é a aposta da Microsoft no mercado de smartphones.

Assim como o MacOS, nem o iPhone está imune aos vírus. De acordo com a Symantec, a empresa já descobriu 200 vulnerabilidades no sistema, mas o sistema de segurança da Apple tem se revelado, em grande parte, resistente aos ataques. “O modelo de isolamento do iOS evita totalmente os tipos tradicionais de vírus e worms”, diz Nachenberg, no relatório.

Richard Marko, CEO mundial da Eset, concorda. “No momento não há ameaças significativas para iPhone e iPad, mas isso não significa que a plataforma seja 100% segura”, disse ele ao iG. Os aparelhos com sistema da Apple, de acordo com os especialistas, ainda estão sujeitos aos ataques por meio de páginas web e envio de arquivos infectados por e-mail. “É uma questão de tempo até que outras plataformas sejam atacadas com sucesso”, diz Marko.

Universia oferece cinco semanas de intercâmbio na Austrália

Minha experiência em Adelaide será incrível porque…

Responder essa frase pode levar o autor para a Austrália. Quem se propor a responder a frase pode concorrer a um intercâmbio de cinco semanas em uma conceituada universidade da Austrália com tudo pago. O concurso cultural Rumo à Austrália faz parte da parceria da Universia Brasil com a Latino Australia Education, a representante oficial das principais instituições de ensino da Austrália no Brasil.

Serão cinco semanas de curso de inglês na Universidade de Adelaide, classificada entre as 200 melhores universidades do mundo, com acomodação em casa de família (quarto duplo ou individual), alimentação completa (café da manhã, almoço e jantar), taxa de matrícula e material escolar incluídos. Passagens aéreas de ida e volta, taxa de emissão do visto, seguro saúde, taxa de embarque e transfer de chegada e partida também estarão pagos.

O vencedor será o novo colunista da Universia Brasil no projeto Universia pelo Mundo. Vai enviar textos, fotos e vídeos dessa incrível viagem. Vai comentar para o Brasil as curiosidades e encantos da Austrália.

O intercâmbio deverá ser realizado em janeiro de 2012. O embarque acontecerá entre os dias 11 e 13 de janeiro de 2012. O retorno será entre 18 e 19 de fevereiro de 2012. As aulas começam dia16 de janeiro.

Para participar é preciso ter no mínimo 18 anos de idade e seguir os seguintes critérios:

Seguir os perfis @UniversiaBrasil, @UniofAdelaide e @LAEBrasil no Twitter

Curtir no Facebook a Universia Brasil, a Universidade de Adelaide e Latino Austrália Education

Postar no Twitter (Twitter não bloqueado): Quero ir para a Austrália com Universia Brasil e LAEBrasil http://www.universia.com.br

Postar no mural do Facebook: Quero estudar na University of Adelaide, na Austrália. Concurso cultural Universia Brasil e LAEBrasil com o link desta notícia

Completar a frase: Minha experiência em Adelaide será incrível porque…

As frases deverão ser postadas aqui até o dia 28 de outubro acompanhadas da sua conta no Twitter. Leia o regulamento e participe! O autor da melhor resposta será premiado com esse intercâmbio. O nome do vencedor será divulgado no dia 7 de novembro no site da Universia Brasil.

Mapas extras de “Battlefield 3” chegarão antes no PS3

A guerra está declarada. Em comunicado publicado no blog oficial do PlayStation, Tommy Rydling, gerente de produto Jr. da DICE, revelou que o PlayStation 3 vai receber primeiro os extras para “Battlefield 3”, mantendo essa exclusividade por uma semana.

Segundo Rydling, o extra “Back to Karkand” é o primeiro a apresentar tal vantagem. Ao comprar o pacote o jogador tem acesso a quatro mapas de “Battlefield 2” remodelados com o motor gráfico do terceiro game, entre eles Sharqi Peninsula e Gulf of Oman, além de armas, veículos, recompensas únicas e novos troféus.

Como o Xbox 360 tem exclusividade nos extras de “Call of Duty”, lançamos a seguinte pergunta: para você, essa “batalha” é válida ou todos deveriam receber os extras ao mesmo tempo? Deixe a sua opinião no espaço para comentários.

Guerra “das boas”

Construído com o motor gráfico Frostbite 2, que utiliza a mesma tecnologia de “FIFA” para as animações, “Battlefield 3” promete boas doses de ação na campanha principal e também em sua modalidade multiplayer, que suportará 24 jogadores nos consoles e 64 combatentes no PC.

“Battlefield 3” está em desenvolvimento para PC, PlayStation 3 e Xbox 360 e chega às lojas em 25 de outubro.

Máquina de escrever prepara drinks

Um internauta criativo construiu uma máquina de escrever capaz de preparar uns bons drinks – alcoólicos ou não.

Na página Morskoiboy.com, ele apresenta sua invenção que incorpora um teclado e mais de 30 metros de tubulação para transformar palavras em coquetéis.

Na máquina adaptada, os botões funcionam como bombas, com canos no lugar de fios. No topo, está uma abertura na qual uma garrafa de bebida alcoólica, água ou leite fica presa.

Outras 26 garrafas coloridas estão ligadas, cada uma a uma letra, por um pequeno cano. Ao apertar uma letra, o líquido é bombeado e injetado em um display de seringas – que mostra a forma da letra apertada antes do ingrediente ser derramado em um copo.

A ideia é que cada um personalize sua máquina. Por exemplo, cada letra pode estar associada a um gosto – L, para uma garrafa com bebida de Lima, H, para Hortelã, etc – ou a uma cor – a letra V aciona a garrafa de líquido Vermelho; dá até mesmo para brincar, colocando ingredientes específicos nas letras que formam o nome de uma pessoa/lugar/objeto.

Estudantes podem renovar Fies até final de outubro

Estudantes interessados no Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) um alerta: O prazo para a renovação de contratos novos do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) foi prorrogado até 31 de outubro de 2011.

A medida autorizada pelo Ministério da Educação permite que contratos simplificados e não simplificados do segundo semestre do ano passado e primeiro semestre deste ano sejam renovados. Os contratos do Fies devem ser renovados semestralmente. Há dois tipos de renovação. Em renovações simples os alunos apenas atualizam os dados pessoais e o valor da semestralidade, sem impacto no valor total do contrato. As atualizações são analisadas pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino.

Quando há alterações mais profundas no contrato, como troca ou alteração na renda do fiador, mudança no estado civil do estudante ou impacto no valor global , o aditamento é considerado pelo sistema como não simplificado. Nesse caso, o próprio sistema gera um documento, a ser levado ao banco para que o aditamento seja realizado.