E-Compós tem chamada aberta até 30 de Outubro

Para quem se liga nos conceitos da revista, a E-Compós (A2, Qualis Capes) está com chamada aberta até 30 de Outubro deste ano. O tema da revista é desafiador, para dizer o mínimo: “Embates entre estética e política: liberdade de expressão, regulação da mídia, monopólio”. Para compreender o tema amplo vale mais a pena ver a emenda completa:

Numa época em que se repete à exaustão que as mídias digitais tornaram quase infinitas as possibilidades de produção de conteúdos para os meios de comunicação, ganham espaço cada vez mais acentuado ações a reivindicar o controle, a regulação da mídia e a regionalização de conteúdos. Ambientadas no cenário internacional em que ações semelhantes são praticadas em nome da luta contra o terrorismo, observa-se um escamoteamento das questões fundamentais. Em vez de esclarecer e politizar o debate a respeito da plasticidade das formas culturais, o que se evidencia é um embate entre a liberdade de expressão e a ética dos comportamentos. No limite, embaralham-se igualmente as relações entre estética e política.
O que os estudiosos da área de comunicação e campos afins têm a dizer a respeito dos temas e problemas que gravitam em torno desse nicho argumentativo?

Anúncios

15 de Outubro é prazo final para publicações na Contracampo

A revista Contracampo está com camada aberta até o dia 15 de Outubro em um dossiê voltado para estudar ” Subculturas em ambientes digitais”. Veja mais detalhes abaixo e aqui.
O dossiê sobre Subculturas em ambientes digitais propõe abarcar a ampla discussão sobre os modos de comportamento e dinâmicas identitárias compartilhadas por grupos sociais, a partir de sua articulação com o ambiente digital e as tecnologias da comunicação. Interessa-nos abrir espaço para estudos que explorem as práticas culturais destes grupos, que representam uma subdivisão dentro de uma cultura dominante, no ambiente digital, Assim, o foco recai sobre os seguintes temas interdisciplinares, abordados por pesquisadores da comunicação e dos estudos culturais: subcultura e processos de resistência; subcultura e juventude nas redes sociais; diversidade de identidades e subculturas em ambientes digitais; negociações das subculturas com o mercado; linguagens midiáticas de subculturas; dinâmicas de gosto e afetos compartilhados pelos grupos sociais etc. O dossiê propõe, desta maneira, uma reflexão sobre as relações sociais, econômicas e políticas proporcionadas a partir do uso dos meios de comunicação, ao mesmo tempo que investiga as nuances do desenvolvimento de novas sensibilidades da cultura juvenil na contemporaneidade.

Cambiassu está com chamada aberta até 15 de Outubro

Estão abertas as inscrições para quem desejar submeter artigos para a revista Cambiassu. Os interessados podem apresentar trabalhos até o dia 15 de Outubro para compor a edição de segundo semestre de 2015. A revista é promovida pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e deve ser publicada em dezembro deste ano. Mais informação em http://www.cambiassu.ufma.br/cambi_2015.2.pdf